Uma empresa lida com colaboradores de idades variadas, desde profissionais mais experientes até os que estão entrando no mercado de trabalho agora. Saber como motivar a geração Z é importante para que a organização mantenha seus talentos e consiga desenvolvê-los.

Essa geração não tem apego ou fidelidade por um emprego, pois está constantemente buscando novas oportunidades de crescimento na carreira. Por isso, é fundamental pensar em estratégias para retê-los e tornar a vaga na sua empresa mais atraente e motivadora.

Neste artigo, mostraremos algumas estratégias para motivar a geração Z no trabalho. Além disso, conheceremos a geração Alpha e os desafios que ela trará. Acompanhe a leitura!

Confira 7 estratégias de como motivar a geração Z no trabalho

A chamada geração Z engloba pessoas nascidas nos últimos anos da década de 1990 e início dos anos 2000. Ela se tornou um dos maiores desafios das empresas atualmente. Para facilitar o engajamento desses profissionais, traremos algumas estratégias que podem ser empregadas na motivação desse grupo. Confira nossas sugestões!

1. Saber ouvi-los

Essa geração valoriza bastante quem sabe ouvi-los. Portanto, busque entender o que eles pensam sobre a empresa, a função que desempenham e outros assuntos relevantes. Dê espaço para que apresentem ideias e sugestões que possam melhorar a produtividade da equipe.

O fato de serem ouvidos e terem reconhecimento ajuda a aumentar a motivação no cotidiano, além de trazer mais engajamento. O resultado disso, são profissionais comprometidos e com maior probabilidade de permanência na empresa.

2. Definir metas

Ter as metas definidas de forma coerente também é relevante. Quando o profissional não sabe qual é o seu objetivo na organização, perde a motivação e não encontra sentido no emprego.

Portanto, é necessário que cada colaborador saiba qual é seu papel na empresa e tenha claramente definidos os objetivos que tem de atingir para que possa desenvolver-se no emprego, além de crescer na carreira.

3. Investir em benefícios

Os benefícios também servem como uma forma de engajar os colaboradores e oferecer condições atraentes de trabalho. A lista pode incluir promoções, descontos em viagens e intercâmbios atrelados ao cumprimento de metas. Promover happy hours de vez em quando também ajuda a integrá-los aos demais membros da equipe.

4. Traçar um plano de carreira personalizado

O trabalho é visto como uma experiência por esse grupo. Quando eles percebem que existes poucas chances de crescer rapidamente, é comum que busquem outros locais para o desenvolvimento. Portanto, para mantê-los engajados, é interessante elaborar um plano de carreira personalizado, considerando as peculiaridades de cada indivíduo.

Cada profissional deve ter um planejamento diferenciado, que considere suas experiências individuais e o nível de conhecimento. Desse modo, os jovens vão sentir que podem usar isso a seu favor para acelerar seu crescimento profissional.

5. Dar feedback

Dar feedback é fundamental para lidar com profissionais da geração Z. Ao aplicar algum dos tipos de avaliação de desempenho, o líder contribui para que esses talentos entendam como estão impactando o negócio.

Como desejam crescer rapidamente, eles gostam de saber se estão apresentando um serviço relevante, assim como querem saber de que modo podem melhorar seu desempenho.

6. Desburocratizar o trabalho

Um fluxo de trabalho burocrático é um fator de descontentamento para os jovens, sendo interessante buscar formas de simplificar o processo. Dar autonomia a esses profissionais para executarem suas tarefas do jeito que preferem, é uma forma de valorizá-los.

Regras rígidas e cadeias de comando não são estratégias eficientes, pois eles preferem um local de trabalho que seja flexível o suficiente para acomodar suas necessidades pessoais.

Isso pode ser feito por meio de horas de trabalho flexíveis, possibilidade de trabalhar em casa, por exemplo. O equilíbrio entre a vida profissional e pessoal é um dos desejos dos jovens dessa idade.

7. Promover capacitação

Oferecer capacitação é um fator motivacional para qualquer colaborador, mas é ainda mais valorizado pelos profissionais da geração Z. Portanto, procure desenvolver um planejamento de cursos e treinamentos que sejam importantes para seu desenvolvimento profissional e para a execução de suas funções.

Desse modo, eles percebem que a empresa está valorizando o profissional e investindo nas suas carreiras. Isso contribui para gerar um sentimento de gratidão e engajamento, trazendo mais comprometimento com a organização.

Conheça a geração Alpha

Os desafios com os jovens da geração Z já estão sendo enfrentados, porém, a chegada da geração Alpha no mercado de trabalho está se aproximando, trazendo novas formas de comportamento. Esse grupo é formado pelas pessoas que nasceram depois do ano 2010, sendo que o mundo analógico já é algo completamente distante para eles.

Devemos considerar que a qualificação profissional dos nascidos depois de 2010 deve ser maior. Com a tecnologia desde pequenos, é provável que o nível educacional dessas crianças seja mais alto se comparadas às gerações anteriores.

É possível que eles comece a estudar mais cedo, com novas formas de ensino, que poderão proporcionar mais autonomia no aprendizado. Além disse, eles já apresentam mais facilidade com os equipamentos eletrônicos, o que traz oportunidades diferentes.

Acostumados com a tecnologia e a velocidade das coisas, esses jovens terão uma necessidade de crescimento rápido na carreira, o que pode dificultar a retenção dos talentos na empresa. Com acesso às informações e grande conhecimento, eles não estarão satisfeitos em um ambiente de trabalho hierarquizado e burocrático, que não possibilite uma ascensão rápida.

Nesse cenário, uma das maneiras de aumentar a retenção será oferecendo feedback contínuo. Esses profissionais precisarão saber exatamente como a empresa os enxerga, além de detectar onde precisam melhorar para continuar crescendo na carreira. É importante que eles entendam o seu papel na organização e compreendam que são valorizados e requisitados.

Neste artigo, conhecemos algumas estratégias de como motivar a geração Z no trabalho e como isso é importante para aumentar a retenção deles no emprego. Eles são jovens que estão constantemente buscando novas oportunidades, sendo essencial que a empresa demonstre que tem um plano para eles e que valoriza o que é realizado. Desse modo, é mais fácil motivar esses colaboradores e potencializar o comprometimento deles com a organização.

Gostou deste artigo? Então, assine nossa newsletter e receba mais conteúdos relevantes sobre gestão e administração de uma empresa.