A rotina de trabalho dentro de uma empresa pode ser tornar cansativa e repetitiva, sendo importante encontrar meios para melhorar o desempenho dos colaboradores e os resultados. Por isso, é importante entender o que é reskilling, como ele pode ser aplicado nesse contexto e trazer benefícios para a organização.

As empresas passam por transformações durante suas atividades, criando necessidades tecnológicas ou comportamentais. Uma das maneiras de resolver esse problema, é requalificando os colaboradores, pois isso evita a contratação de novos profissionais, diminuindo a rotatividade e os custos.

Neste artigo, vamos entender o que é reskilling, quais habilidades ele busca desenvolver e como adotar essa prática. Acompanhe a leitura!

O que é reskilling?

O termo reskilling pode ser traduzido como requalificação, ou seja, significa aprender ou desenvolver novas habilidades. Essa é uma forma de gerar conhecimentos para os profissionais, que sejam suficientes para atuar de forma diferente no trabalho.

Ao desenvolver-se, o profissional aprimora sua carreira e se torna capaz de mudar de função, caso a empresa decida recolocá-lo. Portanto, esse é um colaborador versátil, flexível e com alta empregabilidade.

Quais habilidades busca desenvolver?

O reskilling pode desenvolver diferentes tipos de habilidades profissionais, sejam elas técnicas ou comportamentais. É interessante pensar que o profissional do futuro precisa de competências variadas para se manter competitivo no mercado de trabalho. Por isso, o desenvolvimento é fundamental para que essas características se tornem naturais.

Entre algumas competências comportamentais valorizadas estão a capacidade de resolução de problemas, a criatividade, a tomada de decisões corretas, o pensamento crítico e a inteligência emocional. Essas são características que podem ser utilizadas em qualquer setor, tornando o colaborador mais completo.

Além disso, é essencial que o profissional desenvolva capacidades técnicas, principalmente relacionadas às novas tecnologias, visto que grande parte das funções e trabalhos estão passando pelo processo de transformação digital.

Como adotar essa prática na empresa?

A requalificação dos profissionais é importante a fim de prepará-los para novos desafios e funções. Por isso, é essencial que as empresas encontrem maneiras de possibilitar esse novo aprendizado, sem prejudicar o ambiente de trabalho.

O primeiro passo é identificar quais habilidades e características estão em falta na organização. Descobrindo quais são as necessidades, é o momento de encontrar colaboradores dispostos a passar por essa reciclagem e que tenham o perfil ideal para uma nova função.

A discrepância entre as habilidades que as pessoas já têm e as necessárias para empregos no mundo digital é um dos problemas mais críticos nas empresas. Por isso, todo o esforço para o treinamento adequado é um investimento que trará retorno.

Neste artigo, entendemos o que é reskilling e como ele pode ser importante para profissionais e empresas. O incentivo a essa prática nos colaboradores pode gerar bons resultados para a organização. Portanto, invista em treinamentos que facilitem a requalificação dos seus funcionários e que possibilitem o aprendizado de novas funções e competências.

Gostou do nosso artigo? Então, aproveite para compartilhar nas suas redes sociais e contribua para que mais pessoas entendam a importância da requalificação!