Nunca houve tanta informação disponível para as empresas e a sociedade, especialmente após a democratização da internet e das mídias sociais. Toda essa gama de informação pode ser revertida em estratégias mais sólidas para as corporações, que podem contar com o chamado Big Data no RH.

O Big Data consiste no recolhimento e armazenamento de incontáveis quantidades de dados, que podem ser extraídos de diferentes fontes — como mídias sociais, internet, pesquisa online etc. Dessa maneira, é possível utilizar essas informações para melhorar os processos empresariais no RH, que é como se fosse o coração da empresa, já que é a área responsável por treinar, engajar e reter talentos.

Então, sentiu curiosidade sobre o assunto e quer entender como é possível aplicar o Big Data no RH? Continue a leitura e saiba mais!

Análise de talento

O Marketing pode contar com as inúmeras informações dos clientes disponíveis no Big Data e, com isso, construir produtos / serviços mais assertivos e potencializar as vendas. No caso da análise de talentos, função do RH, o Big Data recolhe e analisa os dados de colaboradores atuais e potenciais da empresa para otimizar os gastos da corporação com eles.

Afinal, é preciso entender se o dinheiro investido nos talentos está sendo bem aproveitado ou se seria mais produtivo em outro setor e se a empresa consegue tirar o proveito máximo dos colaboradores a partir do que é gasto com eles. De acordo com as respostas obtidas com a ajuda do Big Data, fica mais fácil aprimorar os processos.

Retenção de talentos

Uma empresa com alta rotatividade de funcionários, muitas vezes, desperdiça um dinheiro que poderia ser mais bem aproveitado. Assim, conseguir reter talentos se apresenta como um dos maiores desafios na área de RH.

Como o Big Data permite que a corporação obtenha um perfil mais detalhado da imagem dos profissionais que saíram do negócio, é possível analisar se existe um padrão entre eles e, ainda, entre os que optam por permanecer na empresa. Assim, os gestores podem criar modelos que evitem os pontos que levam à demissão.

Melhoria no processo de recrutamento e seleção

Você já deve ter percebido a importância de realizar contratações mais inteligentes para evitar o desperdício de tempo e recursos. Então, saiba que, com o Big Data, a empresa pode cruzar os dados fornecidos pelos funcionários candidatos a uma vaga com os de site de emprego e, até, mídias sociais. Desse modo, fica mais fácil encontrar os talentos certos.

Avaliação de desempenho

A avaliação de desempenho é fundamental para fornecer feedbacks e entender como e onde seu funcionário pode melhorar. Por exemplo, em uma fábrica, o Big Data pode verificar quem produz mais peças e quem produz com maior qualidade. Assim, a empresa consegue definir o tipo de comportamento esperado dos colaboradores.

Percebeu a importância do Big Data no RH? Sem uma metodologia com embasamento para comprovar as decisões do setor, dificilmente é possível otimizar as operações de um negócio e entender como potencializá-lo.

Então, gostou do nosso post? Aproveite a visita para assinar nossa newsletter e receber nossas atualizações de conteúdo!