É inegável que investir em treinamento dos funcionários é fundamental para aumentar a motivação e entregar produtos / serviços com maior qualidade para os clientes. Pensando nisso, você tem a opção de cursos presenciais e a distância. A fim de decidir qual a melhor opção, é preciso entender bem o contexto atual.

Quer dizer, o curso presencial encontra-se com o formato mais clássico de ensino, em que o aluno precisa comparecer à instituição para assistir às aulas e, caso não tenha a frequência mínima de comparecimento, pode ser reprovado.

Por outro lado, existe o curso a distância, que tem como principal característica o benefício da flexibilidade. Por meio dessa modalidade, é preciso ter acesso à internet para acompanhar os conteúdos trabalhados e interagir com o docente e os alunos. Devido a essas características, vale muito mais a pena empresas de médio-grande porte, com grande números de funcionários e que não tenham filiais em vários cantos do país, investir em cursos a distância.

Agora que você entendeu a principal diferença entre os cursos presenciais e a distância, é necessário entender por que vale a pena promover cursos à distância em empresas. Confira!

Menos gastos com deslocamento de consultores

Atualmente, com a correria do dia a dia, conseguir economizar tempo é critério absoluto para decidir sobre algo. Na modalidade do curso a distância, cada estudante decide o seu próprio tempo, de acordo com a rotina.

E ainda, como não há necessidade de deslocamento, a empresa também poupa recursos financeiros e, com isso, pode investir o dinheiro em iniciativas de capacitação para mais colaboradores., diferentemente dos cursos presenciais, em que pode ser necessário gastar com hospedagem, alimentação e ainda, o deslocamento.

Maior eficácia na aprendizagem

Conforme mencionado, a modalidade a distância permite que os usuários estudem de acordo com o seu próprio ritmo. Em outras palavras, enquanto cursos presenciais exigem que os alunos estejam presentes religiosamente no horário definido, o que nem sempre favorece quem tem uma rotina mais corrida, por exemplo. Na outra modalidade, o aluno se dedica ao aprendizado no tempo que for mais produtivo para ele.

Afinal, é muito comum encontrar pessoas que absorvem mais o conhecimento à noite, em vez de manhã, mas, ainda assim, são obrigados aos encontros presenciais no primeiro horário, o que reduz sua capacidade de aprendizado.

Maior retorno sobre os investimentos

Investir na capacitação dos colaboradores é essencial para otimizar a qualidade dos produtos / serviços oferecidos. Porém, como você pôde perceber, somente isso não garante retorno. É preciso optar pelo método que mais engaje os funcionários e que melhor permita mensurar esse desempenho.

Por exemplo, no caso do ensino a distância, existem ferramentas que permitem o acompanhamento da clareza e evolução de cada um. Tudo isso entregue em alta velocidade, o que reduz consideravelmente os custos com aprendizagem e desenvolvimento em uma empresa.

Então, gostou do nosso post? Assine a nossa newsletter e receba nossas atualizações de conteúdo!